Instalar um carregador num condomínio pode transformar-se rapidamente num quebra-cabeça para os particulares. Nestas situações, é ainda mais importante e obrigatório que as instalações de soluções de carregamento devam ser realizadas por um técnico especializado, em conformidade com os requisitos da Direção Geral da Energia e da Geologia (DGEG). Mas viver num condomínio não significa que deve abandonar os seus projetos de compra de um veículo elétrico e de passagem à mobilidade elétrica.

Em qualquer condómino, quer seja proprietário ou arredentário, pode instalar um carregador no condomínio conforme o artigo Decreto-Lei n.º 90/2014. De fato, você tem várias opções para instalar uma Wallbox num condomínio:

 

 

1. Sem box – Carregador ligado ao quadro elétrico dos serviços comuns

Caso não tenha uma box, recomenda-se uma ligação ao quadro elétrico dos serviços comuns. A instalação do carregador de carros elétricos é paga pelo utilizador e não pelo condomínio e deve cumprir os requisitos técnicos da DGEG.

Uma comunicação deve ser realizada para a administração do condomínio pelo menos 30 dias antes da data de instalação do dispositivo de carregamento para informar do seu projeto. Isto é aplicável se o carregador é ligado ao quadro elétrico dos serviços comuns ou se a instalação passa pelos serviços comuns.

A administração do condomínio só pode opor-se à instalação do ponto de carregamento ou tomada elétrica nos seguintes casos:

• Se a instalação de carregadores partilhados está prevista no prazo de 90 dias
• O edifício já dispõe de pontos de carregamento ou tomadas com os mesmos serviços e a mesma tecnologia
• Quando a instalação do carregador ou tomada coloca em risco efetivo a segurança de pessoas ou bens ou prejudique a linha arquitetónica do edifício.

No âmbito desta ligação, colocamos um contador de energia para poder medir o seu consumo e para você poder acertar as contas com a administração do condomínio.

 

2. Com box – Carregador ligado ao quadro elétrico dos serviços comuns

 

Se você tem uma box, existem várias possibilidades para o seu projeto:

 

a. Ligação à fração

É a solução mais simples e ideal se quer evitar problemas com os seus vizinhos! Para isso, precisa de ter uma box com quadro elétrico. Os carregadores consumem a energia do apartamento e não precisa de acertar contas com o condomínio. E trata-se da mesma tarifa da luz que a do seu apartamento, o que é muito vantajoso.

Mas a solução nem sempre é viável.

Uma alternativa, não recomendada por nós nem por qualquer técnico responsável, é fazer uma ligação direta ao quadro elétrico do apartamento. Este esquema é possível, no entanto não cumpre com os requisitos da DGEG. Além de ser pouco segura, esta solução pode ser mais cara devido à grande distância de cabos entre o quadro elétrico e a Wallbox.

No entanto, em ambos os casos terá de ter cuidado com a energia que consume no seu apartamento para que o quadro não vá abaixo! Existem soluções para poder utilizar um carregador sem ter de aumentar a sua potência contratada.

Nos apartamentos construídos a partir de 2010, uma pré-instalação entre o quadro da fração e a garagem é obrigatória. O que facilita as ligações à instalação elétrica do seu apartamento.

 

b. Ligação ao quadro da coluna

No caso de uma ligação ao quadro da coluna, tal como acontece com a ligação ao quadro elétrico dos serviços comuns, esta é uma ligação alimentada a partir de uma instalação coletiva do edifício.

 

c. Ligação ao quadro elétrico dos serviços comuns

Pode igualmente fazer uma ligação ao quadro elétrico dos serviços comuns, tal como acontece no caso sem box. As regras são as mesmas.

 

3. Pré-equipar o parque de estacionamento de carregadores privativos

Você pode solicitar a administração do seu condomínio para a implementação de uma pré-instalação no parque de estacionamento.

O quadro elétrico dos serviços comuns será dimensionado para acolher vários carregadores. Além disso, as distâncias de cabos nos projetos de instalação de carregadores em condomínio são elevadas. A pré-instalação permite reduzir esta distância de cabos e os custos relativos à instalação do ponto de carregamento. 

A instalação da Wallbox ou tomada no seu lugar de estacionamento é depois paga por si.

 

4. Instalar uma Wallbox partilhada

Trata-se da instalação de um dispositivo de carregamento acessível a todos os condôminos (carregador partilhado). O carregador é colocado numa zona dedicada ao carregamento. Em seguida, os carregadores vão identificar os utilizadores, medir quanto foi consumido por cada utilizador e pode faturar a utilização desta.

Se é mais econômico que uma solução individual, este dispositivo é também mais vinculativo: cada condômino deve ser disciplinado e não ocupar o lugar de estacionamento quando o carregamento terminado. Um dispositivo de contagem e de seguimento dos consumos é igualmente necessário para que a eletricidade consumida por cada utilizador seja cobrada.

 

CONSELHOS DE GURU

Os custos de instalação da infraestrutura de carregamento num parque de estacionamento exterior podem ser altos, é importante comparar as diferentes soluções que o mercado propõe hoje em dia.
ChargeGuru pode igualmente acompanhar para a implementação de soluções de carregamento nos parques de estacionamento exteriores. As nossas equipas estão à sua disposição para responder às suas necessidades.